quinta-feira, 24 de Maio de 2012

Árvore-da-felicidade


O QUE CULTIVAR PARA ATRAIR...
Felicidade: Árvore-da-felicidade (Polyscias fruticosa e a guilfoylei) Familia Araliaceae atinge 1,5 a 3m de altura. A planta deve ser posicionada próxima a uma janela. Usar floral Star of Bethlehem (Bach), misturando 2 gotas em 30ml de água para quando houver podas e transplante da planta. Existe no mercado um conta gotas para esta finalidade, que pode também ser substituído por um umidificador de cerâmica. Nos espaços onde são utilizados o paisagismo Feng Shui, as plantas estarão simbolizando o casal (a planta macho e a fêmea juntas no vaso) posicionadas no setor relacionamentos da casa, como na sala, por exemplo. No acabamento do vaso, pode-se fazer uso de musgos e cascas de pinus.

Árvore da felicidade: (Polyscias fruticosa (fêmea) e Polyscias guilfoylei (macho)): Traz energia positiva para a casa, acredita-se que as espécies macho e fêmea plantadas em um mesmo vaso possam atrair felicidade aos moradores da casa. Embora seja muito comum em interiores, elas ficam bem mais bonitas quando mantidas em ambiente externo.

“A Árvore-da-felicidade só traz felicidade quando é dada, nunca quando é comprada.”

Ontem fui pela primeira vez na casa de um casal de amigos muito queridos e meu namorado e eu os presenteamos com uma Árvore da Felicidade. Pareceu que eles gostaram de verdade do presente, e isso me deixou bem feliz pois desejo muitas felicidades a eles.
Sonho em ganhar uma árvore dessa há um tempo, pela simbologia dela, que considero muito bonita e vou dividir com vocês! :)
Segundo a tradição oriental, as “Árvores da Felicidade” trazem SORTE e ALEGRIA a quem as cultiva. Uma das condições para a boa fortuna chegar, é a de que devemos receber as mudinhas de presente. Assim, é o presente ideal para darmos a quem desejamos muita sorte, felicidade e energias positivas.
Existem duas espécies de plantas chamadas de árvore-da-felicidade. Elas se tornaram bem populares nos anos 70, quando a moda era usá-las formando um par: a “planta-macho” seria a Polyscias guilfoylei e a “fêmea”, a Polyscias fruticosa. Assim, para trazer boa sorte, a tradição é dar um vaso com ambas as espécies.
São espécies diferentes do mesmo gênero e ambas pertencem à família das araliáceas. A principal diferença entre elas é que a Polyscias fruticosa apresenta folhas recortadas em pequenas partes, bem afinadas, e a Polyscias guilfoylei possui folhas compostas, com uma cor verde mais intenso que a “fêmea”, lembrando a forma das folhas da salsa.
Podem ser cultivadas com sucesso mesmo em apartamentos, pois gostam de muita claridade, mas sem sol direto. Além disso, sua folhagem se desidrata com facilidade quando exposta ao vento. Plante a muda num vaso de bom tamanho (cerca de 30 cm de diâmetro e 50 cm de altura), para que a planta possa se desenvolver durante um bom tempo sem precisar de transplante.
Seu cultivo é fácil e um bom indicativo para as regas são as próprias folhas, que revelam a necessidade de água: nunca as deixe murchar, pois podem cair. Em geral, uma boa medida é regar uma vez por semana nos meses frios e de duas a três vezes por semana no verão. Mas não descuide de observar a planta, pois ela dá sinais de suas necessidades. Adube-as na primavera e verão.
A lenda da Árvore da Felicidade
“Existiu no antigo Japão a lenda de uma árvore mágica que diziam trazer felicidade e realizações a todos que passassem por ela.
A pequena Haru morava numa aldeia com sua família e já ouvira sua avó contar essa lenda, tendo o sonho infantil de encontrar essa árvore.
Sua família viviaem dificuldades. Certamanhã, ela e Anisan, seu irmão, brincavam pelas redondezas quando viram um velhinho sentado em uma pedra e dele se aproximaram.
- Bom dia!
- Bom dia! Que linda manhã de sol não é mesmo?
- Sim, o que o senhor faz por aqui?
- Estou descansando um pouco, pois vim de muito longe em busca da Árvore da Felicidade…
Haru e Anisan levantaram as orelhas, curiosos:
- Não sabíamos que essa árvore ficava por aqui…
- Ela não fica. Nesse lugar está o portal que nos leva até ela.
- Um portal?
- Sim, mas não é fácil chegar lá. Precisa-se ter boas pernas para subir aquela montanha e eu já estou meio velho…
As crianças olharam a grande montanha à sua frente e pensaram não ser tão difícil escala-la. Foi nesse momento que o velho propôs:
- Por que vocês não me ajudam a subir? Eu posso mostrar onde fica o portal para vocês…
Os irmãos se entreolharam. O velhinho parecia ser bonzinho e estava tão cansado que concordaram e começaram a caminhada.
Mesmo tendo um cajado, o velho subiu com dificuldade, e as crianças tiveram que apóia-lo quase o tempo todo.
Lá de cima, avistava-se toda a cidade e eles respiraram fundo quando chegaram.
- E agora? – perguntaram – Onde está o portal?
- Está bem à nossa frente…Mas só quem tem o coração puro pode ver…
As duas crianças olharam aquele imenso prado verde e nada conseguiam ver.
- Não vemos nada…- reclamou Ansan.
- Olhem com os olhos da alkma…- disse o velhinho – Está ali, bem à nossa frente. Já estou vendo…
- Haru fechou os olhos, sentiu a suave brisa da manhã, o calor do sol e pensou no quanto desejava conhecer essa árvore para trazer felicidade e prosperidade para sua família. Quando abriu os olhos, a magia aconteceu: ela viu um caminho que antes não estava ali!
- Veja, Anisan: uma passagem…parece meio invisível…
Anisan esfregou os olhos e também viu.
- Estou vendo! Vai dar num bosque!
- É isso mesmo! – sorriu o velhinho.
- Vamos!
E os três se aventuraram por aquele caminho.
Atravessando o portal, tudo parecia mais bonito: o verde era mais verde, as flores mais coloridas, o céu parecia mais azul. Havia pássaros e borboletas que eles nunca haviam imaginado!
-Como é lindo! – exclamaram as crianças.
Após passarem pela floresta, chegaram a uma clareira onde repousava isolada uma simples árvore frondosa, mas Haru soube na hora que era aquela.
- É aquela! Tenho certeza!
As crianças correram na frente, abraçando seu tronco e subindo em seus galhos…
- E agora? Como fazemos para ter felicidade? – quis saber Anisan.
- Basta fazer um pedido do fundo do seu coração! –explicou o velho.
Os irmãozinhos fecharam os olhos e pediram felicidade e prosperidade para sua família. Sentiram-se tão imensamente gratos por estarem ali, que suas almas resplandeceram. Ao abrirem os olhos, toda a árvore estava envolvida em uma grande luz, como se atendesse ao desejo dos garotos.
Ambos ficaram deslumbrados!
Haru chamou o velhinho: – O senhor não vai pedir nada?
Ele apenas sorriu, e disse:
- Na verdade, já sou muito feliz e vim aqui somente para traze-los, pois sei que são boas crianças, com pais que merecem ver seu desejo realizado. Acham que sabem voltar sozinhos?
- Claro! – respondeu Haru – mas não compreendo por que nos trouxe até aqui, subiu com tanta dificuldade e não pediu nada para si…
- Porque a verdadeira felicidade está em ver as outras pessoas felizes. Sou apenas o guia dessa árvore…Adeus crianças!
E assim dizendo, ele desapareceu, como um sopro.
Anisan e Haru se olharam assombrados, mas não sentiram medo, e sim gratidão pelo que o velhinho fizera.
Voltaram para casa correndo, contando as novidades para sua família que, daquele dia em diante, não mais passou fome, nem teve nenhuma necessidade, prosperando cada dia mais.”
Se você quiser presentear alguém com algo original, repleto de sentimentos e boas energias, esse é o presente perfeito!

Money Tree - Dinheiro


Dinheiro: Money Tree (Pachira aquatica) - Para o uso no Paisagismo Feng Shui utiliza-se esta planta no setor da prosperidade da casa. É uma planta muito prática e fácil de cuidar.

Harmonia: Lírio-da-paz


Harmonia: Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii) Família Araceae - Branca como a neve, a flor deste lírio é muito especial, pois simboliza a paz. Existem opções dessa planta em vários tamanhos (pequenas, médias ou grandes). O lírio-da-paz deve ser cultivado sempre à meia sombra, em substrato rico em matéria orgânica, com boa drenagem. Adubações a cada 3 meses e regas freqüentes garantem o visual do lírio-da-paz. Usar adubação orgânica (Bokashi vendidos em saquinhos de 1 kg). Um item muito importante na escolha do lírio-da-paz é observar sua habilidade de remover os poluentes do ar. Remove também os gases expelidos durante a respiração.

Necessidades de água de um lírio da paz
O lírio da paz, Spathiphyllum wallisii, é nativo dos trópicos sul-americanos. Ele se tornou uma planta de casa popular porque é bastante fácil de cuidar. Enquanto ele prefere condições quentes, um pouco úmidas, o lírio de paz adapta-se facilmente às condições de crescimento menos do que ideal e faz melhor, se não over-fertilized.

Quantidade

O lírio da paz é um das poucas plantas de casa que podem tolerar tanto mais – e sob-molhar. Também pode ser cultivada em nada além de água. Um sotaque decorativo interior popular na década de 1990 foi um vaso de vidro transparente com um peixe Betta um lírio de paz crescendo na parte superior e o inferior. Se seu lírio de paz está crescendo em uma tradicional, pote cheio de sujeira, você deve manter o solo moderadamente úmido. Permitir que o solo tornar-se quase completamente seca entre waterings. Se seu lírio de paz começa a droop, ele provavelmente precisa molhar.

Qualidade

Lírios da paz são sensíveis ao cloro na água, por isso é melhor usar água não clorada para eles. Se a sua água da torneira tem cloro adicionado – e a maioria das fontes de água municipais nos Estados Unidos fazem– então você tem várias opções. Correr água em um balde, regador ou jarro e deixe-a descansar descobertos por vários dias para que o cloro pode evaporar. Ou comprar água mineral ou água destilada para usar em suas plantas. Você pode também adquirir as soluções dechlorinating usadas para aquários e tratar sua água com estas gotas antes de usá-lo para suas plantas.

Considerações

Várias coisas podem afetar a quantidade de água que requer que o lírio da paz. Uma planta grande exigirá mais água do que um pequeno, e uma planta em um recipiente grande geralmente precisará de mais água do que uma planta em um recipiente menor. Uma planta pequena que torna-se ligado a raiz pode, porém, exigem mais água do que uma planta grande em um recipiente espaçoso, como haverá menos solo para reter a água no recipiente. Uma planta em uma sala quente ou em um lugar com níveis mais elevados de luz exigirá mais água do que uma planta mais frio ou baixa luz condições.

Misting

Porque lírios paz vêm a floresta tropical, eles gostam de condições húmidas. Você pode simular a alta umidade por misting sua planta levemente uma vez ou duas vezes por semana com água sem cloro.

Feng Shui e o Poder do Lugar

Feng Shui ensina-nos e traz-nos soluções simples para a saúde e felicidade.
Explica o diálogo realizado todo o dia entre nós e os espaços em que vivemos.
O espaço envolve e influencía todas as experiências. Ele é tão silencioso e
vital quanto o ar que respiramos.

Devemos assim ter em conta que a nossa casa é um prolongamento da nossa
vida, devemos ter o bom senso de seguir os conselhos dados pelo Feng Shui,
que nos dá as ferramentas para harmonizar o espaço, mas o mesmo deve
estar de acordo com o nosso gosto e modo de vida. No artigo anterior foi
explicado como usar o Ba-guá e ajustar os objectos a cada sector da vida.

As janelas são os olhos de uma casa para o mundo, vemos e somos vistos
através delas. Elas dão informações sobre os ocupantes da casa.
Passar por uma casa sem janelas ou com os estores corridos, dá uma
sensação de intranquilidade. Uma janela pode oferecer uma cena deslumbrante,
seja uma paisagem natural ou uma imagem criada pela inspiração.


No escritório o Feng Shui pode determinar o desbravar do caminho do sucesso,
ao lidar com princípios que atraem a sorte.


A sala de estar é um local de convívio e, de troca de pensamentos e energias,
é onde nos sentimos confortáveis. A decoração deve ser moderada, pois
segundo os princípios do Feng Shui a modéstia cria a felicidade.


O quarto é o nosso refúgio e descanso, e onde segundo o Feng Shui, há certas
regras que devem ser respeitadas. Deve-se evitar dormir com a cabeça virada
para Norte, pois os chineses consideram-no sagrado e tem uma energia espiritual
muito forte, ora neste caso dificulta o sono. Deve manter sempre o quarto limpo
e arrumado. Deve evitar aparelhos electrónicos em excesso, pois estes
originam energia negativa.


A casa de banho embora seja das divisões mais pequenas da casa, é muito
importante no que diz respeito à aplicação do Feng Shui.


A cozinha é considerada uma área onde se pode gerar prosperidade e riqueza.
A direcção Sudoeste é a mais indicada, dado possuir um padrão energético positivo.


"SALA"

Coração Aberto


O convite para as boas energias está aqui.
Os chineses consideram a sala a boca do Chi, ou seja, um lugar onde
entra a energia vital, que inunda toda a casa. Por isso, é preciso que os
objectos estejam dispostos como se convidassem as energias positivas
para entrar. Nenhum móvel deve atrapalhar o fluxo do Chi. Velas aromáticas,
plantas e cores vivas servem para conduzir a energia para outras divisões.
O ambiente deve ser harmonioso, com muita luz natural. É bom colocar uma
poltrona de frente para a porta, como se acolhesse quem está entrando.
Os espelhos não podem faltar. Eles servem para filtrar energias e rebater
os maus espíritos.
Use e abuse de materiais que reflictam a luz, lisos e brilhantes.
Se for possível, arrume os móveis na forma do Ba-guá, eliminando os ângulos
rectos para facilitar o fluxo do Chi.
Uma estante de ferro, com imagens religiosas, flores frescas e cristais,
renova o sector espiritual. Serve, também, como símbolo de reafirmação
da fé dos moradores da casa.
Um vaso, com bambu afasta as energias negativas do ambiente.
Peças de vidro com madeira agem como filtro para as palavras ditas no
ambiente, especialmente aquelas que, sem querer, ofendem as pessoas
que mais amamos. Também ajudam a fortalecer os laços de família.
O aroma da alfazema acalma climas pesados.
Local ideal para se ter um aquário, que simboliza riqueza e dinheiro.
Peixes e água (representada por fontes) são excelentes atractivos de
energia para este sector. As fontes representam o elemento água, activam
os negócios e a riqueza. O elemento água estimula, ainda, o percurso do Chi,
que é a energia vital, atraindo a abundância material.
Cadeiras ou poltronas, colocadas em pares, podem tornar a vida a dois
mais harmoniosa e solidificar o amor. Se forem iguais é melhor ainda.
Podem ser artificiais, mas precisam ser vermelhas. O vermelho faz fluir
a sensualidade. Objectos nessa cor devem ocupar os extremos da sala.
Todo tipo de trabalho manual, como a tapeçaria, pode ser usado neste sector, simbolizando a criatividade.
Tudo o que simboliza o céu, a espiritualidade e o paraíso pode ser usado neste
sector, considerado um dos mais importantes do Ba-guá.
Coloque flores vermelhas num vaso sobre a mesa. Desenvolvem o lado sensual
e libertam energias para o amor.



QUARTO
No aconchego

O descanso é obrigatório e aqui tudo deve inspirar amor e tranquilidade

Não importa o sector em que o quarto esteja localizado, porque este espaço
sempre será um dos mais importantes da casa. O ambiente deve sempre ser aconchegante, inspirar amor, tranquilidade e sensualidade. Todos os objectos
em pares favorecem os relacionamentos. E a cama é o grande destaque e
merece atenção especial: a melhor posição é com os pés voltados para a porta,
onde se pode ver quem entra. Se não for possível, use um espelho para dominar
a visão de entrada.
Cristais lapidados, que reflictam os raios solares, servem para atrair boas energias
e chamar bons fluidos. Pode-se usar uma árvore da felicidade. O quartzo rosa é
um tipo de cristal fácil de ser encontrado e atrai sorte no amor.
Duas pequenas estátuas de anjos podem ser usadas para atrair energias positivas
no casamento.
Qualquer objecto que simboliza o Sol activa a sensualidade. Também aumenta
a cumplicidade e a troca de prazer.
O elefante é símbolo da sorte e da força. Uma imagem de elefante, neste sector, simboliza garra para resolver qualquer tipo de problema. Imagens em forma de
coração, que simbolizam amor e sensualidade; vales, montanhas e rios, ajudam
a fortalecer e intensificam os relacionamentos.


CASA DE BANHO
Na intimidade

O cuidado com esta divisão deve ser redobrado e todo capricho é pouco.
Muito cuidado com a casa de banho: por ela as energias positivas desaparecem facilmente e nela descarregamos as energias negativas.
A força predominante dela é a água. Este ambiente deve estar sempre limpo,
e as tampas dos ralos e dos lavatórios sempre bem fechadas. Manter os ralos
tapados, bem como a sanita, evita o escoamento das energias positivas.
É bom usar um objecto de cor vermelha, vasos com terra e flores de cores
vivas para equilibrar o ambiente."
Sabonetes de cores escuras fortalecem o ambiente, atraindo boas energias.
O sabonete de lama negra é excelente, por causa da cor e das propriedades
medicinais.
Coloque um pires com sal grosso atrás da porta, para descarregar as energias
e acabar com os desequilíbrios.
Algumas gotas de essência de limão, servem para promover a unidade e a
vitalidade. Além disso, afastam os pensamentos negativos.
Escovas de dentes – Na cor vermelha ou violeta, podem ser usadas para activar
energias positivas neste sector.
Colocar um vaso de violetas sobre o lavatório da casa de banho é excelente para
atrair a abundância e a prosperidade.
Pequenas esculturas do Sol e da Lua representam o yin-yang, ( masculino/feminino). Isto garante o equilíbrio entre forças opostas. No caso desta divisão, pode aparecer
como espelho.
Usar desinfectante à base de pinho reduz o stress mental. O pinho serve para
clarear o raciocínio.



COZINHA
À sua saúde

O ambiente mais importante está ligado à saúde física e financeira da família

Para os chineses, é impossível ser feliz sem saúde, por isso a cozinha é a divisão
mais importante do Feng Shui. O alimento produzido e armazenado na cozinha
simboliza saúde e abundância. É, também, neste ambiente que a família se reúne
para compartilhar as suas experiências diárias. Não é à toa, portanto, que este
sector está intimamente ligado à energia das plantas, a base da cadeia alimentar.
Elas não apenas fornecem alimento, como também são usadas para equilibrar as emoções e a saúde.
Para assentar os pensamentos e ter paz de espírito, coloque uma vasilha preta
com água sobre um dos móveis da cozinha.
O fogão deve ficar longe do lava-loiça para evitar conflitos entre a água e o fogo.
Além disso, cozinhar de costas pode interferir nas energias dos alimentos.
Hortelã e Café – Além de produzir um bom chá, a hortelã pode ser plantada
num vaso e usada para dar claridade à mente e ao espírito. Um ramo de café,
com os frutos vermelhos, protege e alegra o ambiente. Serve, também, de
estímulo à paciência e melhora a aceitação da vida.
Colocar um sino de vento na porta da cozinha faz com que as energias positivas
se espalhem para as restantes divisões da casa.
Uma fruteira cheia de peras representa boa sorte para toda a família. Podem
ser usadas peras artificiais.
O narciso é a planta do rejuvenescimento. Um vaso desta planta significa renovação física para a família.
Devem-se evitar símbolos negativos em qualquer ambiente da casa, como
armas expostas, facas penduradas na cozinha, enfim, objectos que simbolizem agressividade.
Quando colocados na cozinha, os aquários evocam boa alimentação e fartura.
Um saquinho vermelho, contendo uma moeda ou uma nota, colocado dentro
de uma lata de arroz, atrai riqueza e fartura para o lar.
Alecrim e Salsa – É conhecido como o aroma da alegria, a erva da felicidade e
do amor, e purifica o ambiente de energias pesadas. Um vaso com salsa atrai
entusiasmo e vitalidade para o ambiente.
Use um adesivo vermelho nos aparelhos eléctricos, para neutralizar as energias
das ondas electromagnéticas.
Aproveite o verde das plantas para decorar a cozinha. Essa cor estimula o lado
criativo, podendo estar presente em vasos e arranjos.
Filtros de água podem servir para representar energia e reflexão. A água é
símbolo de expansão e de criatividade.
Canecas coloridas, com motivos infantis, em tons verde, laranja e amarelo
ajudam a despertar a amabilidade e estimulam a criatividade.
Arranjos de mesa, feitos com romã, energizam este sector e simbolizam
perseverança.


Fonte: http://www.recantoespiritual-beki.net/fs_feng_shui_e_o_poder_do_lugar.htm